Faça a diferença na vida de milhões de pessoas

AÇÃO URGENTE: Sete mortos durante operação conjunta de segurança

O caso não está sendo investigado e pode ficar impune após a aprovação de uma lei que transfere a tribunais militares a competência para julgar crimes cometidos por militares. Entre em ação!

AÇÃO URGENTE: Pare o comércio de pessoas na Líbia

Após sabermos de "leilões de pessoas refugiadas e migrantes escravizadas" na Líbia, precisamos pressionar líderes europeus e africanos a protegerem essas pessoas das terríveis violações de direitos

AÇÃO URGENTE: Melhor investigação é mais segurança

O Projeto de Lei 4471, que garantirá a devida investigação dos homicídios cometidos pela polícia deve ser votado nesta tarde de quarta-feira, dia 08 de novembro, na Câmara dos Deputados. Pressione!

Mais Ações
Seja um Defensor
da Liberdade
Doe agora
Junte-se à Anistia

Faça parte desse movimento global.

Faça parte

Assine a Newsletter

Fique por dentro das notícias da Anistia Internacional Brasil.

Obrigado por se cadastrar, em breve você receberá mais informações da Anistia Internacional Brasil.

Notícias

15.01

Brasil: Vinte e cinco anos de impunidade alimentam as mortes cometidas pela polícia no Rio de Janeiro

Brasil precisa levar à justiça os assassinos de uma das mais corajosas defensoras de direitos humanos como primeiro passo para reverter a tendência de aumento dos homicídios cometidos pela polícia.

11.01

EUA: depois de 16 anos, feche o centro de detenção de Guantánamo de uma vez por todas

Anistia Internacional pede fechamento de centro de detenção da base naval dos EUA na Baía de Guantánamo de uma vez por todas.

04.01

Etiópia: fechamento da “câmara de tortura” pode ser um novo capítulo para os direitos humanos

Durante anos, Maekelawi funcionou basicamente como uma câmara de tortura usada pelas autoridades etíopes para interrogar dissidentes de maneira violenta.

Mais notícias

Blog

09.01

Continuaremos mobilizados até que todos os prisioneiros de consciência na Arábia Saudita estejam livres!

Continuaremos mobilizados até que Raif Badawi e todos os prisioneiros de consciência na Arábia Saudita estejam livres!

08.01

Os dois lados da mesma moeda

A ausência do Estado na garantia dos direitos básicos dos presos e sua falta de controle sobre as unidades fazem dos presídios locais de recrutamento para facções e grupos criminosos.

Mais Posts

VOZES PELOS
DIREITOS HUMANOS

Patrícia Oliveira conta a história de seu irmão, sobrevivente da Chacina da Candelária, e de sua luta na Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência

Patrícia Oliveira