FILTRAR AÇÕES

  Todas  |  Brasil  |  Américas  |  África  |  Europa  |  Ásia  |  Oriente Médio  |  Global
1 de julho de 2019

Conte a história de uma defensora dos direitos humanos

Quer ajudar a amplificar as vozes de mulheres que dedicam ou dedicaram suas vidas à defesa dos direitos humanos? Então responda à nossa chamada para editar os artigos sobre elas na Wikipédia.
16487
AÇÕES
19 de junho de 2019

AÇÃO URGENTE: defensor dos direitos humanos preso por ajuda humanitária

Scott Warren, defensor dos direitos humanos, foi preso por agentes da patrulha da fronteira dos EUA com o México por oferecer ajuda humanitária. As acusações contra ele devem ser retiradas!
498
AÇÕES
6 de junho de 2019

Junte sua voz pela descriminalização do aborto na Argentina!

Chegou a vez da Argentina descriminalizar o aborto e você pode ajudar a fazer isso acontecer.
4 de maio de 2019

Um Futuro Sombrio?

Apoiando a Anistia Internacional com doações, você fortalece a nossa mobilização contra os retrocessos legislativos e ainda ganha uma camisa exclusiva.
1 de maio de 2019

Ajude-nos a proteger famílias vulneráveis que buscam segurança nos EUA

Migrar ou morrer. Milhares de pessoas da América Central, incluindo famílias, foram forçadas a deixar suas casas em busca de segurança e de uma vida melhor para seus filhos. Ajude-nos a protegê-las.

26 de abril de 2019

Guia de Atividades para Educação em Direitos Humanos 2018

Anistia Internacional disponibiliza digitalmente um Guia de Atividades para Educação em Direitos Humanos para download
86
AÇÕES
24 de abril de 2019

Justiça para Venezuela

Na Venezuela não está havendo esperança de verdade ou justiça para as vítimas. É hora de a ONU agir e apoiá-los.
78430
AÇÕES
11 de abril de 2019

Quem matou e quem mandou matar Marielle? As investigações devem continuar!

Vamos pressionar para que a investigação continue até identificar quem matou e quem mandou matar Marielle Franco.
1801
AÇÕES
10 de abril de 2019

AÇÃO URGENTE: mãe é deportada e separada dos filhos

Vanessa foi separada de dois filhos e obrigada a retornar ao Peru sem poder nem mesmo dizer adeus. A Direção Nacional de Migração deve reverter essa ordem!
Mais Ações