Ser ativista da Anistia Internacional é transformar nossos chamados pelos direitos humanos em ações. Ativistas são pessoas que valorizam a credibilidade e a imagem do nosso movimento. Atuam em grupos, levando as mensagens de nossas campanhas às ruas e a outros públicos.

Você pode atuar agora pelos direitos humanos na página Entre em ação ou nos acompanhando no Facebook e Twitter.

 

Quer se juntar a um grupo de ativistas já organizado?

Em algumas cidades, já contamos com ativistas organizad@s em grupos, que podem se reunir por cidade, núcleo universitário ou tema de interesse. Entre em contato para saber como atuar localmente.

Brasilia – DF: anistia.brasilia@gmail.com
Dourados – MS: anistia.dourados@gmail.com
Goiânia – GO: anistiainternacionalgoias@gmail.com
São Paulo – SP: anistia.saopaulo@gmail.com
Porto Alegre – RS: anistia.poa@gmail.com
Rio de Janeiro – RJ: anistia.rio@gmail.com
Baixada Fluminense – RJ: anistia.baixada@gmail.com
PUC Rio – RJ: anistia.pucrio@gmail.com
UFRJ – RJ: anistia.ufrj@gmail.com
UFF – RJ: anistia.uff@gmail.com
Macabu: anistia.macabu@gmail.com
Petropolis: anistia.petropolis@gmail.com
Maré: anistia.mare@gmail.com
São Luis: anistia.saoluis@gmail.com
Salvador : anistia.salvador@gmail.com

Seja ciberativista

Atue online em nome dos direitos humanos e coloque-se em defesa de pessoas que correm o risco de ter seus direitos violados.

Ciberativistas dão visibilidade em tempo real a casos específicos de violações de direitos em todo o mundo, usando as ferramentas digitais disponíveis para a mobilização e para disseminar com rapidez quaisquer iniciativas de campanha.

Suas atividades incluem assinatura e divulgação de petições online e dos canais da Anistia Internacional Brasil nas principais redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram), envio de e-mails a autoridades, além da mobilização de suas próprias redes para atuar em momentos específicos.

Faça uso de conteúdos digitais, fotos, memes, videos, dentre outas ferramentas para evidenciar seu apoio aos casos e sua paixão por direitos humanos. Seja agente de multiplicação da nossa mensagem!

Leia mais +
Ciberativista, queremos te conhecer! Preencha e envie o formulário para entrar na nossa base de dados de ativistas para ações digitais. Você receberá boletins, chamadas para ação online e outras atualizações sobre nosso trabalho no Brasil e no mundo.

Atue na Rede de Ações Urgentes

Coloque-se em defesa de uma pessoa ou de um grupo de pessoas que correm o risco de ter seus direitos violados sempre que for necessária uma ação imediata.

Membros da Rede de Ações Urgentes (RAU) recebem apelos semanais para enviar e-mails e cartas em defesa de indivíduos ou comunidades em risco, pressionando autoridades para que uma situação de violação seja evitada, interrompida ou revertida.

Por mais de 35 anos, a Rede de Ações Urgentes tem protegido pessoas contra a tortura e os maus-tratos, obtido a libertação de indivíduos detidos de forma arbitrária e às vezes até em segredo. Muitas vezes, a Rede salvou vidas, como no caso do professor brasileiro Luiz Basílio Rossi.

Leia mais +
Preencha e envie o formulário. Você receberá uma confirmação por e-mail.

Seja um Defensor da Liberdade

Para manter nossa independência, a Anistia não aceita recursos de governos – nosso trabalho depende de pessoas como você. Seja um defensor da liberdade e permita a continuidade deste trabalho em defesa dos direitos humanos!

Entre em ação

Saiba como você pode atuar e defender os direitos humanos no Brasil e no mundo.

1583
AÇÕES

Jamaica: Paulette Wellington busca justiça pela morte de seu filho

Sheldon negou todas as acusações e nenhuma evidência concreta foi apresentada pelos policiais. Ainda assim, ele foi levado sob custódia para um lugar próximo de casa, onde foi executado por policiais.
106
AÇÕES

AÇÃO URGENTE: Cuba, liberte imediatamente o ativista Eduardo Cardet!

Cinco dias após a morte de Fidel Castro, o ativista de direitos humanos Eduardo Cardet foi preso. Desde 20 de novembro até hoje, ele permanece detido na cidade de Holguin. Exija sua libertação!
4390
AÇÕES

Posicione-se contra o discurso de ódio de Trump e a favor dos refugiados!

No momento em que é necessário MAIS acolhimento, Trump criou um decreto que paralisa o programa de acolhida de pessoas refugiadas dos EUA e proíbe entrada da população de 7 países do mundo.

Assine a Newsletter

Fique por dentro das notícias da Anistia Internacional Brasil.

Seus dados foram cadastrados com Sucesso! Obrigado pelo seu interesse em se juntar à Anistia Internacional Brasil.