Faça a diferença na vida de milhões de pessoas

Inscreva-se no curso online gratuito sobre direitos humanos

Aproveite o novo curso gratuito “Introdução aos Direitos Humanos” da Anistia Internacional, que é dividido em quatro módulos.

Defensor dos direitos humanos preso por ajuda humanitária

Scott Warren, defensor dos direitos humanos, foi preso por agentes da patrulha da fronteira dos EUA com o México por oferecer ajuda humanitária. As acusações contra ele devem ser retiradas!

Junte sua voz pela descriminalização do aborto na Argentina!

Chegou a vez da Argentina descriminalizar o aborto e você pode ajudar a fazer isso acontecer.

Mais Ações
Seja um Defensor
da Liberdade
Doe agora
Junte-se à Anistia

Faça parte desse movimento global.

Faça parte

Assine a Newsletter

Fique por dentro das notícias da Anistia Internacional Brasil.

Obrigado por se cadastrar, em breve você receberá mais informações da Anistia Internacional Brasil.

Notícias

03.09

30 conquistas dos direitos humanos em 2019 que merecem comemoração

Graças a uma combinação de campanhas e pessoas poderosas, 2019 tem sido um ano de muitas conquistas para os direitos humanos!

30.08

No Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimento Forçado, o caso Davi Fiúza segue sem respostas

O Alto Comissariado das Nações Unidas seguirá pressionando o Estado brasileiro sobre o desaparecimento do jovem

23.08

Falhas do governo estão alimentando queimadas na Amazônia, diz Anistia Internacional

Situação coloca em risco direitos das pessoas a ambiente saudável e à saúde, além de ameaçar os territórios de populações indígenas.

Mais notícias

Blog

27.08

O protagonismo das mulheres na defesa do meio ambiente!

Somos muitas lutando em diferentes contextos, realidades e frentes por justiça para todas e todos.

28.06

O levantar da bandeira LGBTQI em Angola

Neste 28 de junho, ativista enumera avanços, como criminalização da discriminação, e desafios, como a inserção no mercado de trabalho, desta pauta no país

Mais Posts

VOZES PELOS
DIREITOS HUMANOS

Pela segunda vez em menos de dois anos, uma violenta repressão homofóbica deixou as pessoas LGBTI na Chechênia temendo por suas vidas.

Natalia Prilutskaya