Faça a diferença na vida de milhões de pessoas

Chega de medo, chega de tortura

Neste exato momento, alguém está sendo torturado. Ajude a Anistia Internacional na luta contra a tortura. Torne-se um Defensor da Liberdade!

AÇÃO URGENTE: Comunidade ameaçada por fazendeiro local

Cerca de 20 famílias da comunidade quilombola de São José de Bruno, localizada em Matinha, no estado do Maranhão, estão sendo ameaçadas e intimidadas por um fazendeiro local.

México: Onde estão os estudantes de Iguala?

Após serem atacados pela polícia, 43 estudantes desapareceram na cidade de Iguala. Não deixe que este seja mais um caso de impunidade! Exija o fim dos desaparecimentos forçados.

Mais Ações
Seja um Defensor
da Liberdade

Sua contribuição é fundamental para a continuidade do nosso trabalho.

Doe agora
Junte-se à Anistia

Faça parte desse movimento global.

Faça parte

Assine a Newsletter

Fique por dentro das notícias da Anistia Internacional Brasil.

Obrigado por se cadastrar, em breve você receberá mais informações da Anistia Internacional Brasil.

Notícias

31.10

Países pressionam El Salvador pela mudança de leis repressivas de aborto

O país foi chamado na Revisão Periódica Universal da ONU por ter leis que impedem o aborto e condenam mulheres.

27.10

Execução de jovem, uma mancha sangrenta para os direitos humanos no Irã

Reyhaneh Jabbari, foi executada em uma prisão de Teerã na manhã de sábado (25), depois de uma investigação falha.

25.10

Países Baixos: Devolução de somalis a regiões controladas pelo Al Shabaab é “condenação à morte”

O governo holandês insiste que é possível a devolução de somalis a regiões onde o Al Shabaab inflige tortura e comete homicídios.

Mais notícias

Blog

28.10

A terra, a cerca e a lei. E a justiça, onde está?

O assassinato de Flaviano Pinto Neto, morador da comunidade quilombola de Charco, no Maranhão, completa quatro anos. Morto por defender a terra de seu povo, os responsáveis nunca foram presos.

22.10

Protestos em Hong Kong: os jovens lideram o caminho

Manifestações pró-democracia acontecem em Hong Kong, exigindo que a China recue nos planos de vetar determinados candidatos para as eleições de 2017.

Mais Posts

VOZES PELOS
DIREITOS HUMANOS

“Meu pai, Fela Kuti, foi libertado da prisão em 1986, depois que a Anistia Internacional passou a considerá-lo um prisioneiro de consciência.”

Femi Kuti