Venezuela: relatório da ONU sobre crise em direitos humanos é o primeiro passo para a verdade

Imprimir
20 de março de 2019 Política internacional Defensores de direitos humanos Conflitos
Alta comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os direitos humanos, Michelle Bachelet

Respondendo a primeira atualização oral sobre a crise em direitos humanos na Venezuela realizada hoje no Conselho de Direitos Humanos em Genebra por Michelle Bachelet, Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), a diretora da Anistia Internacional para Américas, Erika Guevara-Rosas, afirmou:

“A Anistia Internacional tem documentado crimes do direito internacional e graves violações de direitos humanos na Venezuela. Durante minha visita em fevereiro, testemunhei em primeira-mão uma crise sem precedentes que exige os mais altos níveis de escrutínio e responsabilidade. A atualização sobre a situação da Venezuela feita hoje pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) falou dessa realidade, refletindo sobre a circunstâncias terríveis que a população da Venezuela está enfrentando.”

“A Anistia Internacional apoia as vítimas da crise de direitos humanos na Venezuela em sua luta pela verdade, justiça e reparação. Recebemos com satisfação o compromisso do escritório de direitos humanos da ONU.”

“Diante da magnitude e gravidade dessa crise, assim como dos grandes obstáculos em que se encontra a justiça na Venezuela, a Anistia Internacional insta o Conselho de Direitos Humanos a criar uma Comissão de Investigação para monitorar e informar a situação que cada vez se torna mais grave na Venzuela e para esclarecer a responsabilidade dos crimes do direito internacional e as graves violações de direitos humanos. Pedimos aos Estados Membros da ONU que considerem a necessidade desse mecanismo em junho.”

.

Saiba mais

Venezuela: autoridades devem parar ataques armados contra a população

Fome, castigo e medo, a fórmula de repressão das autoridades sob comando de Nicolás Maduro

Venezuela: Autoridades têm o dever de parar de criminalizar e matar jovens vivendo na pobreza

20 de março de 2019 Política internacional Defensores de direitos humanos Conflitos

Mais Notícias

26 de novembro de 2019 | Segurança pública Defensores de direitos humanos Indivíduos em risco

Anistia Interacional recebe com preocupação notícia de prisão de brigadistas em Alter do Chão (PA)

Prisões acontecem no mesmo dia em que organização lança relatório que mostra a relação entre as queimadas na floresta e a pecuária

26 de novembro de 2019 | Defensores de direitos humanos Conflitos Terra Indígenas e populações tradicionais

Bolsonaro se nega a receber a Anistia Internacional e lideranças indígenas que exigem a proteção da Amazônia e dos povos tradicionais

Ato em protesto foi realizado na frente do Palácio do Planalto e contou com o lançamento de um relatório inédito sobre desmatamento da Amazônia e pecuária ilegal

14 de novembro de 2019

Vaga: Coordenador(a) de Recursos Humanos e Administração

A Anistia Internacional está buscando uma nova pessoa para integrar a equipe de operações como Coordenador(a) de Recursos Humanos e Administração.
Carregar mais notícias