Petição atualizada em 27/05/2021

Jani Silva é uma defensora ambiental que, apesar das ameaças à sua vida, continua lutando pela conservação do ecossistema amazônico e pelos direitos de centenas de camponeses.

Jani Silva está ajudando você a viver melhor. Apesar dos ataques, ela luta para proteger o ecossistema amazônico e reconhece sua importância – a água, as florestas e os pântanos produzem oxigênio que permite que o mundo viva e respire melhor.

“Pensemos não apenas nos nossos filhos, mas também nas famílias dos outros; pensemos não apenas em nosso país, mas também em outros países. Vamos pensar em todos aqueles que precisam de nós. ” – Jani Silva

A Colômbia é o lugar mais perigoso das Américas para ser uma defensora ou defensor ambiental. Pessoas como Jani, que defendem o rico ecossistema da Colômbia e aqueles que vivem nele, são atacadas, perseguidas e mortas todos os dias. Jani enfrenta ameaças de grupos ilegais, militares, traficantes de drogas e empresas multinacionais.

Respire fundo. Para continuar respirando, devemos proteger nosso planeta… e para proteger nosso planeta, devemos proteger pessoas como Jani Silva.

Assine a petição e pressione o Ministro do Interior, Daniel Palacios Martínez, e o diretor da Unidade de Proteção Nacional da Colômbia, Alfonso Campo Martínez, para que:  

  • Garantam para Jani Silva um plano de proteção amplo e eficiente que possua como requisitos mínimos: 

a) Trocar os atuais guarda-costas por novos;

b) Implementar urgentemente a resolução número 00001303/2021 emitida pela UNP em 3 de março de 2021; 

c) Providenciar garantias materiais para implementar apropriadamente um esquema de proteção incluindo fundos para a mobilização de guarda-costas caso Jani Silva precise se deslocar; 

d) Manter assegurada a constante presença de polícia no perímetro da residência de Jani Silva;

e) Realizar uma reunião com o Ministro de Interior(Ministro Daniel Palacios Martínez), vice-ministros de Interior e Jani Silva, com o objetivo de avançar na criação de um plano integral de proteção para ela. 

  • Realizem uma reunião com a ADISPA (Asociación de Desarrollo Integral Sostenible Perla Amazônica) para avançar na criação de um plano coletivo de proteção. 

“Pensemos não apenas nos nossos filhos, mas também nas famílias dos outros; pensemos não apenas em nosso país, mas também em outros países. Vamos pensar em todos aqueles que precisam de nós. ” – Jani Silva

Assinaturas Atuais