Venezuela: Autoridades devem libertar os jornalistas detidos por cobrir a crise atual

Imprimir
31 de janeiro de 2019 Política internacional Defensores de direitos humanos Liberdade de expressão Conflitos
Protesto na Venezuela em 2017. Foto: Laura Rangel

Respondendo às denúncias da detenção de pelo menos 11 jornalistas na Venezuela esta semana, a diretora da Anistia Internacional Américas, Erika Guevara Rosas, declarou:

.

“A detenção de jornalistas é um ataque flagrante e extremamente preocupante contra a liberdade de expressão e ao direito à verdade, numa tentativa vã de impedir que o mundo veja as violações de direitos humanos que as autoridades venezuelanas estão cometendo.”

“Uma imprensa livre é fundamental para a defesa dos direitos humanos em qualquer país ou território no mundo. As autoridades venezuelanas devem garantir que os jornalistas possam trabalhar em condições seguras e sem riscos de retaliação. Devem, também, ordenar a libertação imediata e incondicional de todos os membros da imprensa que seguem detidos e impedir a deportação de jornalistas estrangeiros que cobrem os protestos atuais e a crise institucional.”

.

Saiba mais

Venezuela: mais de 12 pessoas mortas em protestos

Venezuela: Autoridades têm o dever de parar de criminalizar e matar jovens vivendo na pobreza

31 de janeiro de 2019 Política internacional Defensores de direitos humanos Liberdade de expressão Conflitos

Mais Notícias

12 de abril de 2019 | Pena de morte

Pena de morte em 2018: fatos e números

A maioria das execuções ocorreu, em ordem, na China, Irã, Arábia Saudita, Vietnã e Iraque.

11 de abril de 2019 | Defensores de direitos humanos Mulheres LGBTI

Um mês após prisão de suspeitos, investigação sobre assassinato de Marielle Franco deve continuar até a identificar todos envolvidos no crime

Movimento global abre nova petição após recolher quase 800 mil assinaturas em 46 países. O novo objetivo é pressionar para que investigação continue até identificar todos os envolvidos no assassinato,

10 de abril de 2019 | Pena de morte

Pena de morte: 2018 teve queda drástica de execuções no mundo

Execuções globais caíram 31%, atingindo o menor nível na última década.
Carregar mais notícias