Vaga: Assistente de banco de dados

Imprimir
5 de julho de 2019
VAGA-ANISTIA

A Anistia Internacional está buscando uma nova pessoa para integrar a equipe de Operações para atuar como assistente de banco de dados. A vaga é para trabalho em nosso escritório na cidade do Rio de Janeiro. Tem interesse em trabalhar conosco? Acesse a descrição da vaga e veja se encaixa no perfil desejado. Procuramos pessoas apaixonadas por direitos humanos e que estejam dispostas a trabalhar em uma equipe dinâmica, inspirada e compromissada. Se você é esta pessoa, veja o perfil detalhado abaixo e venha fazer parte da mudança junto conosco!

O assistente de banco de dados tem como objetivo auxiliar nos processos relativos a recepção, análise, organização, armazenamento e segurança de informações, garantindo agilidade, confiabilidade e relevância de informações para as diversas áreas da AIB.

Veja a descrição completa do cargo, competências, habilidades e todas as informações necessárias aqui.

 Acesse a descrição completa da vaga

Inscrição

Enviar CV atualizado, pretensão salarial e carta de intenção explicando como acha que pode contribuir para essa posição para a Anistia Internacional Brasil e o nome de duas referências com telefone e e-mail, para recrutamento@anistia.org.br até o dia 15 de julho de 2019, com o título “Assistente de Banco de Dados”.

A igualdade e a diversidade estão no coração dos valores da Anistia Internacional Brasil e espera-se que os funcionários trabalhem de forma coletiva e individual para promover uma abordagem construtiva e sensível para todos independente de deficiência, nacionalidade, gênero, identidade de gênero, orientação sexual, raça, idade, religião/crença ou quaisquer outras características pessoais onde o trabalho de todos é valorizado e respeitado.  A Anistia Internacional Brasil garante a igualdade de oportunidade em seus processos de seleção e procura ativamente compor um leque diverso de candidato/as.

5 de julho de 2019

Mais Notícias

27 de fevereiro de 2020 | Direitos sexuais e reprodutivos Política internacional Defensores de direitos humanos Liberdade de expressão Mulheres LGBTI Conflitos Discriminação Terra Indígenas e populações tradicionais Remoções forçadas Violência policial Migrantes

Da retórica à prática: 2019 foi um ano marcado por retrocessos para os direitos humanos no Brasil, mostra relatório

Documento traz também análise sobre a situação na região das Américas e aponta preocupações com direito ao protesto e direitos de migrantes, refugiados e candidatos a asilo

25 de janeiro de 2020

O rompimento da barragem de Brumadinho (MG) completa um ano de violações de direitos humanos.

Há um ano atrás, a cidade de Brumadinho (MG) foi marcada por um desastre que matou 270 pessoas (11 ainda estão desaparecidas).

26 de novembro de 2019 | Segurança pública Defensores de direitos humanos Indivíduos em risco

Anistia Interacional recebe com preocupação notícia de prisão de brigadistas em Alter do Chão (PA)

Prisões acontecem no mesmo dia em que organização lança relatório que mostra a relação entre as queimadas na floresta e a pecuária
Carregar mais notícias