Turquia: Nova prisão de presidente do Conselho da Anistia Internacional devasta sua família e desonra a justiça

Imprimir
1 de fevereiro de 2018 Política internacional Defensores de direitos humanos
Taner Kılıç (Foto: arquivo pessoal)

A decisão de renovar a prisão do presidente do Conselho da Anistia Internacional, poucas horas após a corte o ter libertado, deve ser imediatamente revertida e Taner Kiliç deve ser livre, disse a Anistia Internacional.

“Nas últimas 24 horas, testemunhamos uma encenação de justiça de proporções espetaculares. Ser libertado para depois ter a porta da liberdade grosseiramente fechada na sua cara é devastador tanto para Taner, quanto para sua família e todos que estão lutando por justiça na Turquia”, disse o Secretário Geral da Anistia Internacional, Salil Shetty.

“Este último episódio desta perversa detenção frusta as esperanças da sua esposa e filhas que passaram o dia em frente aos portões da prisão esperando para recebê-lo em seus braços”

A nova prisão de Taner segue uma decisão de ontem do tribunal para libertá-lo da prisão preventiva. A promotoria apelou da decisão do Tribunal. Um outro tribunal em Istambul aceitou a apelação do promotor e, ao invés de ser posto em liberdade, Taner foi levado à prisão de Izmir, onde ele permaneceu desde junho do ano passado sob custódia das polícia do exército. Cabe agora a um outro tribunal renovar a decisão pela liberdade de Taner ou aceitar outra decisão judicial que mantenha sua detenção.

“Este é o mais recente exemplo da crise no sistema de Justiça da Turquia, que está arruinando vidas e acabando com o direito a um julgamento justo”, disse Salil Shetty.

“Se colocando acima da justiça e ignorando as provas esmagadoras da sua inocência, a nova prisão de Taner Kiliç apenas aprofunda a nossa determinação de continuar a lutar por ele. Um milhão de vozes já pediram sua liberdade. Ele nunca deveria ter sido preso e não iremos descansar até que ele esteja livre.”

.

O próximo julgamento está marcado para 21 de junho de 2018.

.

Entre em ação!

AÇÃO URGENTE: Justiça para defensores de direitos humanos na Turquia!

.

Saiba mais

Turquia: Corte liberta presidente do conselho da Anistia Internacional após quase 8 meses na prisão

Turquia: mais de um milhão de pessoas exigem liberdade para o presidente do conselho da Anistia Internacional

1 de fevereiro de 2018 Política internacional Defensores de direitos humanos

Mais Notícias

14 de novembro de 2018 | Defensores de direitos humanos

Após oito meses, investigação sobre o assassinato de Marielle Franco parece um labirinto de caminhos inexplorados

Organização denuncia a falta de respostas razoáveis por parte das autoridades públicas frente à gravidade do caso e das informações já divulgadas relacionadas ao assassinato

13 de novembro de 2018 | Política internacional Defensores de direitos humanos

Aung San Suu Kyi perde a mais alta premiação da Anistia Internacional

Aung San Suu Kyi foi nomeada Embaixadora de Consciência da Anistia Internacional em 2009, em reconhecimento à sua luta pacífica e não violenta pela democracia e pelos direitos humanos.

12 de novembro de 2018 | Defensores de direitos humanos Mulheres

Teodora Vásquez, de El Salvador, ganha prêmio internacional em direitos humanos

"O que me motiva é libertar outras mulheres presas. O Per Anger Prize é um símbolo da luta pelos direitos das mulheres", disse Teodora
Carregar mais notícias