Turquia: Nova prisão de presidente do Conselho da Anistia Internacional devasta sua família e desonra a justiça

Imprimir
1 de fevereiro de 2018 Política internacional Defensores de direitos humanos
Taner Kılıç (Foto: arquivo pessoal)

A decisão de renovar a prisão do presidente do Conselho da Anistia Internacional, poucas horas após a corte o ter libertado, deve ser imediatamente revertida e Taner Kiliç deve ser livre, disse a Anistia Internacional.

“Nas últimas 24 horas, testemunhamos uma encenação de justiça de proporções espetaculares. Ser libertado para depois ter a porta da liberdade grosseiramente fechada na sua cara é devastador tanto para Taner, quanto para sua família e todos que estão lutando por justiça na Turquia”, disse o Secretário Geral da Anistia Internacional, Salil Shetty.

“Este último episódio desta perversa detenção frusta as esperanças da sua esposa e filhas que passaram o dia em frente aos portões da prisão esperando para recebê-lo em seus braços”

A nova prisão de Taner segue uma decisão de ontem do tribunal para libertá-lo da prisão preventiva. A promotoria apelou da decisão do Tribunal. Um outro tribunal em Istambul aceitou a apelação do promotor e, ao invés de ser posto em liberdade, Taner foi levado à prisão de Izmir, onde ele permaneceu desde junho do ano passado sob custódia das polícia do exército. Cabe agora a um outro tribunal renovar a decisão pela liberdade de Taner ou aceitar outra decisão judicial que mantenha sua detenção.

“Este é o mais recente exemplo da crise no sistema de Justiça da Turquia, que está arruinando vidas e acabando com o direito a um julgamento justo”, disse Salil Shetty.

“Se colocando acima da justiça e ignorando as provas esmagadoras da sua inocência, a nova prisão de Taner Kiliç apenas aprofunda a nossa determinação de continuar a lutar por ele. Um milhão de vozes já pediram sua liberdade. Ele nunca deveria ter sido preso e não iremos descansar até que ele esteja livre.”

.

O próximo julgamento está marcado para 21 de junho de 2018.

.

Entre em ação!

AÇÃO URGENTE: Justiça para defensores de direitos humanos na Turquia!

.

Saiba mais

Turquia: Corte liberta presidente do conselho da Anistia Internacional após quase 8 meses na prisão

Turquia: mais de um milhão de pessoas exigem liberdade para o presidente do conselho da Anistia Internacional

1 de fevereiro de 2018 Política internacional Defensores de direitos humanos

Mais Notícias

20 de agosto de 2018 | Segurança pública

Padrão de atuação das forças de segurança no estado do Rio de Janeiro deve ser repensado com urgência

Nota da Anistia Internacional sobre as operações policiais que ocorreram no Rio de Janeiro

17 de agosto de 2018 | Política internacional Defensores de direitos humanos

Presidente do Conselho da Anistia Internacional na Turquia é libertado e espera que a justiça prevaleça para todas as vítimas de processos políticos

Espero que minha prisão não tenha sido em vão e que a conscientização gerada em todo o mundo ajude outras pessoas a enfrentar julgamentos justos na Turquia.

16 de agosto de 2018 | ___

Maior, mais ousado e inclusivo: a visão de Kumi Naidoo sobre direitos humanos

Primeiro secretário-geral sul-africano da Anistia Internacional expõe visão sobre os rumos do movimento direto de Joanesburgo.
Carregar mais notícias