Trabalhe conosco: oportunidade para Captador/a de Diálogo Direto em São Paulo

Imprimir
16 de abril de 2018 ___

Procuramos pessoas apaixonadas pela causa, capazes de mobilizar pessoas através do diálogo cara a cara e imediato com o público nas ruas da cidade e que estejam dispostas a trabalhar em uma equipe dinâmica, inspirada e compromissada. Se você é esta pessoa, veja o perfil detalhado abaixo, preencha o formulário e venha fazer parte da mudança junto conosco!

.

A posição fica na área de Captação de Recursos e consiste no diálogo direto com o público em diferentes partes da cidade de São Paulo, explicando sobre o trabalho da Anistia Internacional e convidando novas pessoas a se tornarem doadores regulares da organização, contribuindo ativamente para uma mudança real em nosso país e no mundo.

.

Principais atividades:

- Captar recursos para a Anistia Internacional através da conversão de doadores regulares,
- Trabalhar com uma equipe cheia de energia pelas ruas da cidade (diversos pontos da cidade de São Paulo e Grande São Paulo), conversando com o grande público sobre o trabalho da Anistia e os encorajando a agir junto conosco como um doador regular,
- Ser capaz de cumprir metas individuais e da equipe, conforme definido pela coordenação do programa,
- Explicar para o público sobre a importância do apoio financeiro regular a longo prazo, sendo que a Anistia Internacional é independente e aceita, majoritariamente, doações de pessoas físicas,
- Explicar e conscientizar as pessoas sobre o trabalho da Anistia Internacional e sobre Direitos Humanos,
- Manter qualidade e segurança dos dados dos doadores,
- Manter a imagem de credibilidade da Anistia com o público e um forte espírito de equipe.

.

Habilidades e competências pessoais:

- Excelente comunicação oral em Português
- Capacidade de cumprir metas e desempenho estipulados para o programa,
- Responsabilidade, disciplina e comprometimento com os objetivos do programa,
- Habilidade em trabalhar em equipe em uma equipe dinâmica e animada,
- Grande capacidade de argumentação e persuasão,
- Atitude positiva e energia
- Flexibilidade,
- Iniciativa e inovação,
- Profissionalismo,
- Capaz de aprender e falar sobre assuntos de direitos humanos,
- Compromisso com os valores da Anistia Internacional.

.

Qualificações:

- Ensino Médio completo.
- Disponibilidade de viagem.

.

Especificações:

Cidade: São Paulo e Grande São Paulo
Data de início: Maio de 2018
Horários: 12h00 às 16h00 – 15h00 às 19h00 – sem flexibilidade
Segunda a sexta-feira
O programa tem um período de experiência de 03 (três) meses com possibilidade de extensão (prazo indeterminado).
Salário inicial de R$ 731,00 fixos por mês mais remuneração variável, plano de saúde, vale alimentação/refeição, vale transporte, auxilio creche e seguro de vida.

.

O trabalho será avaliado mensalmente e a continuação do programa será baseado no desempenho individual (metas).

.

Apenas os candidatos selecionados para entrevista serão contactados.

.

Data final de envio de candidaturas: 30 de abril de 2018. A inscrição é feita através do preenchimento do formulário

.

A Anistia Internacional preza muito a diversidade em sua equipe. Não só garantimos igualdade nas oportunidades, como priorizamos perfis variados e que tragam diferentes olhares para nossa organização.

.

PREENCHA O FORMULÁRIO

16 de abril de 2018 ___

Mais Notícias

21 de setembro de 2018 | Política internacional

México: Tribunal Federal confirma decisão de criar comissão especial de investigação para o caso Ayotzinapa

A comissão especial de inquérito é uma esperança para as famílias dos estudantes

20 de setembro de 2018 | Defensores de direitos humanos

Seis meses sem resposta: arte urbana por Marielle Franco nos muros do Brasil e Portugal

No Brasil, ativistas de diversos estados criaram painéis em homenagem a Marielle e, em Portugal, festival de arte urbana dedicará um mural à brasileira.

20 de setembro de 2018 | Segurança pública Política internacional Violência policial

Venezuela: Autoridades têm o dever de parar de criminalizar e matar jovens vivendo na pobreza

O relatório evidencia a responsabilidade do Estado venezuelano por violações do direito à vida e à integridade física de milhares de pessoas.
Carregar mais notícias