Este documento é o resumo de um relatório regional que propõe medidas essenciais para orientar a vacinação na América Latina e no Caribe. Os governos em toda a América Latina e o Caribe precisam priorizar os grupos de alto risco para a vacinação contra a COVID-19 e garantir transparência completa no traçado e implementação de seus planos de vacinação e suas negociações com empresas farmacêuticas, disse a Anistia Internacional no relatório “Vacinas nas Américas: Dez Obrigações de Direitos Humanos para assegurar a saúde para todos”. O relatório examina a distribuição da vacina em 17 países da América Latina e do Caribe e apresenta dez recomendações chaves para governos e empresas.

Mais Publicações