Anistia Internacional recolhe assinaturas para Manifesto “Queremos ver os jovens vivos”

Foto: AF Rodrigues

No mês em que se comemora o Dia de Consciência Negra, a Anistia Internacional convida pessoas de todo o Brasil a contribuir com assinaturas para o Manifesto “Queremos ver os jovens vivos”. A iniciativa faz parte da campanha Jovem Negro Vivo, que tem como objetivo chamar a atenção para o alto número de homicídios no Brasil, em especial entre a juventude negra. Para participar basta acessar: www.anistia.org.br.

“Além de ser um país com um dos maiores índices de homicídios no mundo, o Brasil está matando mais seus jovens e, entre estes, os negros. Os números são chocantes. Dos 56 mil homicídios que ocorrem por ano, mais da metade são entre os jovens. E dos que morrem, 77% são negros. A indiferença com a qual o tema é tratado na agenda pública nacional é inaceitável. Esteve presente de forma tímida no debate eleitoral, está fora das manchetes dos jornais. Parece que a sociedade brasileira naturalizou esta situação”, afirma Atila Roque, diretor executivo da Anistia Internacional Brasil.

Com a campanha Jovem Negro Vivo, a Anistia Internacional convida todas as pessoas a conhecer e contribuir para mudar esta realidade. Para isso, mobiliza a sociedade para assinar o manifesto “Queremos ver os jovens vivos”, que defende o direito a uma vida livre de violência e preconceito. E ainda pede políticas públicas de segurança, educação, saúde, trabalho, cultura, mobilidade urbana, entre outras, que possam contribuir para o enfrentamento desta realidade.

“A morte violenta não pode ser aceita como destino de tantos jovens. As consequências do preconceito e dos estereótipos negativos associados a estes jovens e aos territórios das favelas e das periferias devem ser amplamente debatidas e repudiadas”, destaca Atila Roque.

Campanha

As peças desenvolvidas para a campanha Jovem Negro Vivo buscam sensibilizar a sociedade brasileira para o alto índice de homicídios no Brasil, o que faz do país um dos mais violentos do mundo. A campanha é uma parceria com a agência de publicidade DM9 Rio.

O vídeo da campanha, os infográficos estáticos e o videográfico animado dão um panorama sobre os números da violência no Brasil, comparado a outros países, inclusive, aqueles que vivem conflitos armados. E mostram também como os homicídios vitimam mais os jovens do que a população brasileira em geral.

Os dados são contundentes em mostrar como os homicídios no Brasil tem atingido mais os jovens e, entre eles, os negros. Enquanto a taxa da morte de jovens brancos tem diminuído, a que se refere a morte de jovens negros tem aumentado anualmente.

3 de dezembro de 2014

Anistia Internacional lança no Brasil nova edição da campanha mundial ‘Escreva por Direitos’

O lançamento da Maratona de Cartas acontece em São Paulo, no dia 3 de dezembro.

25 de setembro de 2014

Anistia Internacional e Festival do Rio repetem parceria de sucesso

Seleção reúne 19 documentários sobre direitos humanos.
Mais Press Releases