Pelo direito de morar: junte-se à mobilização de Nasu pelo fim dos despejos forçados na Nigéria

* Campos obrigatórios

Untitled design - 2019-11-01T183309.616
47
AÇÕES

Nasu foi baleado e forçado a sair de casa em Otodo Gbame, na Nigéria. Exija justiça, compensação e fim dos despejos forçados.

Nasu Abdulaziz morava em uma vila chamada Otodo Gbame, na cidade de Lagos, na Nigéria. Otodo Gbame é um assentamento informal, mas sempre foi sua casa.

Homens que seguiam ordens do governo chegaram pela primeira vez ao assentamento quando Nasu tinha 21 anos. Era noite e eles portavam armas e escavadeiras. Não houve notificação prévia. Essas pessoas se instalaram nas casas desta comunidade centenária, destruindo e incendiando residências, disparando contra as famílias e acabando com os meios de subsistência.

Em 2017, Nasu levou um tiro no braço e sobreviveu por pouco. No outro dia, os homens voltaram e dispararam tiros e usaram gás lacrimogêneo para forçar os moradores a sairem de suas casas. Os residentes, em pânico, fugiram. Alguns se afogaram na lagoa próxima, tentando escapar da violência. Acredita-se que nove pessoas foram mortas, 15 ainda estão desaparecidas.

No total, 30 mil pessoas foram despejadas. Muitas foram forçadas a viver em canoas, embaixo de pontes ou com outras pessoas em condições insalubres. Nasu faz parte da Federação de Assentamentos Precários / Informais da Nigéria. Trata-se de um coletivo de pessoas que lutam incansavelmente para garantir o direito a um lar.

Assine a petição e exija do governador do estado de Lagos:

  • Uma investigação sobre o despejo forçado da comunidade de Nasu e a garantia do reassentamento e compensação total das pessoas afetadas;
  • Um compromisso de suspender os despejos forçados no estado de Lagos.

Assinaturas atuais

JOANA DARC COELHO  Cear, Brasil  14 de Novembro de 2019, 14:59:27
Filipe F. De Lemos  Rio Grande do Sul, Brasil  13 de Novembro de 2019, 20:17:03
Gabriel Mills  S?o Paulo, Brasil  13 de Novembro de 2019, 01:46:04
Elsandra Nunes  Bahia, Brasil  13 de Novembro de 2019, 00:30:12
An?nimo An?nimo  Rio de Janeiro, Brasil  12 de Novembro de 2019, 17:52:12
CARREGAR MAIS