Nossas Vidas Importam: exigimos uma resposta à COVID-19 inclusiva e adequada às necessidades de todos e todas

Entre em ação!

Ao assinar o formulário abaixo, automaticamente você manda uma mensagem para as autoridades com as recomendações a serem adotadas de resposta à pandemia

* Campos obrigatórios

Este trabalho é realizado pela Anistia Internacional Brasil em parceria com as organizações e movimentos listados ao lado. Os contatos aqui informados serão compartilhados com estes parceiros para que você possa ser comunicado e comunicada sobre outros projetos desenvolvidos por essas entidades.

Assinaturas atuais

Joyce Vitória  Rio de Janeiro, Brasil  28 de Maio de 2020, 15:05:43
Anônimo Anônimo  Minas Gerais, Brasil  28 de Maio de 2020, 14:15:38
Zilda FERREIRA  Rio de Janeiro, Brasil  28 de Maio de 2020, 14:02:07
Profa. e Pra. Wall Moraes Waldicéia de Moraes Teixeira da Silva  Distrito Federal, Brasil  28 de Maio de 2020, 13:31:43
Júlia Belo Pirani  São Paulo, Brasil  28 de Maio de 2020, 13:02:41
3321
AÇÕES

A pandemia de COVID-19 afeta a todos e todas, mas de formas diferentes. As desigualdades que marcam o Brasil deixam grupos em situação de vulnerabilidade em maior risco de adoecimento e diante dos impactos sociais e econômicos desta crise.

As respostas das autoridades municipais, estaduais e federais para atender às necessidades dessas pessoas são insuficientes e inadequadas até aqui. Entre em ação e exija que elas adotem medidas urgentes para garantir os direitos à vida e à saúde de todos e todas, sem deixar ninguém para trás.

Residentes de favelas e periferias, pessoas em privação de liberdade, incluindo jovens do sistema socioeducativo, população negra, pessoas em situação de rua, pessoas com condições de moradia inadequada, mulheres, cis e trans, quilombolas, povos indígenas, populações tradicionais, migrantes e refugiados, trabalhadores e trabalhadoras autônomas, principalmente informais, população LGBTQI, crianças, adolescentes e idosos desses segmentos estão em maior risco, devido à ausência de medidas adequadas que lhes permitam cumprir as restrições de saúde, atender às suas necessidades essenciais e acessar o sistema de saúde.

O Brasil entra agora no momento mais agudo da epidemia, de acordo com cientistas e autoridades em saúde. E os governos devem fazer mais e melhor!

As autoridades brasileiras devem agir urgentemente de maneira coordenada para garantir participação social, tratamento igual e não discriminatório para todos; acesso a informações e educação precisas e baseadas em evidências; acesso a cuidados preventivos e de saúde para todos livres de discriminação; acesso a medidas de proteção social a quem precisa; e condições de trabalho, prevenção e acolhimento a profissionais de saúde. Devem também aumentar o monitoramento e o patrulhamento de terras indígenas, e proteger territórios quilombolas e de comunidades tradicionais. Juntos e juntas, nós temos o poder de cobrar uma resposta que proteja a todos e todas!
Atue agora e envie uma mensagem ao presidente Jair Bolsonaro e ao vice-presidente Hamilton Mourão, aos ministros da Saúde, Justiça, Cidadania, Casa Civil, Economia e Direitos Humanos, ao presidente da Fundação Nacional do Índio, a todos os governadores e prefeitos de capitais do país, exigindo uma resposta adequada e imediata à COVID-19, para garantir os direitos de todas as pessoas sem discriminação.

Esta campanha é uma iniciativa da Anistia Internacional em parceria com: