Escreva por Direitos 2017: Mahadine

Ação encerrada.

Agradecemos a sua participação!

Este ano foram 5,5 milhões de cartas, 208 países participantes (do Afeganistão ao Zimbabue!) e mudanças positivas da vida de muita gente.

Sobre o caso:

Mahadine poderia ter sido condenado à prisão perpétua por postar nas redes sociais conteúdos se opondo ao governo do Chade. Graças à pressão internacional, Mahadine conseguiu o tratamento médico que precisava após contrair tuberculose na prisão e, em março, um juiz retirou as graves acusações que ele respondia e substituiu para o crime de difamação. Tivemos a ótima notícia de que ele vai responder em liberdade, já que o crime ao qual está sendo julgado agora não é passível de prisão no país.  Torcemos para que ele seja inocentado: Liberdade de expressão não é crime, é um direito humano.

Saiba mais aqui.

CHAD
631
AÇÕES

Tadjane Mahamat Babouri, mais conhecido como Mahadine, é ciberativista e pai de sete filhos. Em setembro de 2016, ele publicou vários vídeos no Facebook criticando o governo do Chad. Poucos dias depois, ele foi sequestrado na rua, agredido e encarcerado por várias semanas. Hoje ele está em prisão pérpetua e gravemente doente, pois contraiu turbeculose na prisão. Mahadine necessita de assistência médica urgente. Ele jamais deveria ter perdido sua liberdade por expressar sua opinião.

ATUE AGORA! Peça ao Chad que libere Mahadine imediamente!

Assinando esta petição, um e-mail será enviado automaticamente em seu nome para o Presidente Idriss Deby. Entre ação!

Liberdade para Mahadine!

Ao Presidente Idriss Deby

Senhor Presidente,

Dirijo-me a V. Exa. para pedir a libertação imediata e incondicional de Tadjadine Mahamat Babouri, conhecido como Mahadine. Pai de sete filhos, foi detido, agredido e encarcerado por criticar pacificamente o governo no Facebook.

Agora, Mahadine enfrenta a prisão perpétua e está gravemente doente por ter contraído tuberculose na prisão. Peço-lhe que até sua libertação, Mahadine seja transferido para a prisão de Am Sinene para que possa receber assistência médica de que necessita com tanta urgência.

Mahadine não deveria perder sua liberdade por usar sua voz e exercer corajosamente seu direito à liberdade de expressão.

Atenciosamente,

Assinaturas atuais

Mayara Costa  Paran, Brasil  02 de Abril de 2018, 23:54:31
An?nimo An?nimo  Rio de Janeiro, Brasil  29 de Março de 2018, 17:51:23
Andr?a Simone Peixoto  Distrito Federal, Brasil  29 de Março de 2018, 10:31:05
An?nimo An?nimo  Par, Brasil  28 de Março de 2018, 23:29:52
Gabriela Pereira  Rio de Janeiro, Brasil  23 de Março de 2018, 16:52:20