Emília: “agora me sinto segura”

Anistia Internacional

VER TODOS OS POSTS    

Tags: , ,

As aventuras de Emília* em busca de paz

 

Emília é uma cidadã salvadorenha, mãe de sete filhos, que hoje vive no norte do México com sua família. Em abril do ano passado, Emília e sua família receberam a concessão de proteção internacional pelo estado Mexicano. As crianças de Emília frequentam a escola e sua filha mais velha está trabalhando em uma loja local. Ela é a mãe da primeira neta de Emília, de um ano e meio, que já está aprendendo a caminhar sozinha e com segurança. Os filhos mais velhos trabalham no campo, e a família disse à Anistia Internacional que se sente segura nestas condições.

Mas não foi fácil chegar a esta situação.

Emília teve dois filhos e um irmão mortos por uma mara (gangue) em El Salvador, e sua filha adolescente também chegou a ser atacada pela mara. Diante do terror cotidiano da extrema violência instalada no país, a família decidiu fugir para o México no final de 2016, atravessando a Guatemala. Não podiam mais aguentar. A filha mais velha estava grávida, e entrou em trabalho de parto quando tinham acabado de cruzar a fronteira. Para dar à luz a primeira neta de Emília, ela precisou voltar à Guatemala e ser atendida às pressas em um hospital próximo à fronteira. A família se instalou em um pequeno quarto de hotel no estado mexicano de Chiapas, e Emília teve que voltar ao hospital no dia seguinte para entregar alguns documentos para registro e vacinação da bebê, mas foi parada com seu filho adolescente na fronteira por agentes do Instituto Nacional de Migração (INM). Ela relatou toda sua história aos agentes e suplicou que os deixassem ficar no México, mas ainda assim, eles foram separados e deportados alguns dias mais tarde.

Por pura sorte, ao retornar a El Salvador, Emília conseguiu encontrar seu filho e um cidadão disposto a lhe emprestar algum dinheiro para voltar rapidamente ao México, onde encontrou o restante de sua família. Continuaram vivendo em num quarto apertado na fronteira, todos juntos, por meses a fio enquanto esperavam o resultado do seu pedido de asilo.

 .

* (nome foi alterado por proteção)

.

Entre em ação

Pare as repatriações ilegais no México

Saiba mais

México: autoridades enviam milhares de pessoas da América Central de volta a uma possível morte

Anistia Internacional

VER TODOS OS POSTS    
Imprimir

Mais Posts

12 de outubro de 2020 Anistia Internacional

A vida para as crianças tem que ser “bonita, bonita e bonita”!

Neste mês, a resposta das crianças de que a vida é bonita e otimista, precisa ser ativamente conquistada. Lutar por soluções, por respostas e cobrar respeito aos direitos delas é o caminho.

31 de agosto de 2020 Anistia Internacional

A farsa sobre a polícia não poder entrar nas favelas

É falsa a informação de que a polícia não vem protegendo a população carioca por causa da decisão judicial da ADPF 635. Os números revelam: as mortes reduziram em 73%.

9 de agosto de 2020 Anistia Internacional Tags: ,

100 mil vidas não podem ser em vão!

Popularmente conhecido como o mês do desgosto, agosto de 2020 ficará para sempre na memória do Brasil. A história nos lembrará que nele, atingimos a triste e angustiante marca de 100 mil vidas perdida
Ver todos os posts
Resultados

Conheça alguns dos casos de sucesso que foram trabalhados pela Anistia Internacional.

Saiba mais