Síria: Matadouro humano: enforcamentos em massa e extermínio na prisão de Saydnaya

Região: Oriente Médio
País: Síria
SAYDNAYA 2

Na prisão militar de Saydnaya, as autoridades sírias organizaram silenciosa e metodicamente o assassinato de milhares de pessoas sob sua custódia. A investigação da Anistia International mostra que o assassinato, a tortura, o desaparecimento forçado e o extermínio perpetrados em Saydnaya desde 2011 foram usados como parte de um ataque contra a população civil que tem sido generalizado, bem como sistemático e realizado em prol da política estatal. Concluímos, portanto, que as violações das autoridades sírias em Saydnaya constituem crimes contra a humanidade. A Anistia Internacional apela urgentemente a uma investigação independente e imparcial dos crimes cometidos em Saydnaya.

**Relatório em inglês

MAIS RELATÓRIOS

Quênia: Matem esses criminosos: violações das forças de segurança nas eleições quenianas de agosto de 2017

O relatório documenta como depois de manifestações contrárias à posse do presidente, a polícia do Quênia fez uso excessivo da força para reprimir. Somente em Nairobi pelo menos 33 pessoas foram mortas

Peru: Estado tóxico: violações de direito à saúde dos povos indígenas em Cuninico e Espinar

O governo peruano não está atendendo a saúde de centenas de pessoas indígenas cujas únicas fontes de água estão contaminadas com metais tóxicos e que sofrem com a falta de acesso a uma saúde adequada.

O próximo Secretário Geral da Anistia Internacional pode ser você!

Este cargo representa a oportunidade de tornar-se nosso principal dirigente como Secretário Geral do maior e mais influente movimento pelos direitos humanos em todo o mundo.
Mais publicações
Informes Anuais

A cada ano, um resumo do estado dos direitos humanos em centenas de países.

Saiba mais
Frentes de atuação

Descubra nossas formas de atuação e junte-se a nós na defesa dos direitos humanos!

Saiba mais