Iraque: Fechar os olhos ao armamento das Unidades de Mobilização Popular

Região: Oriente Médio
País: Iraque
IRAQUE SITE

A proliferação de armas e munições para as milícias em todo o Iraque teve impactos devastadores sobre civis, arrastando o país para uma espiral de insegurança e instabilidade. No contexto do conflito contra o EI, as milícias operando com o apoio das Unidades de Mobilização Popular (PMU) executaram, torturaram e sequestraram extrajudicialmente milhares de homens e meninos. A UGP continua a utilizar uma vasta gama de armas e munições para cometer ou facilitar violações graves dos direitos humanos e violações do direito internacional humanitário com impunidade. É necessário o controle mais rigoroso da transferência de armas para evitar novas violações dos direitos humanos.

**Relatório em inglês

MAIS RELATÓRIOS

Diante do Muro: a violação dos direitos dos requerentes de refúgio nos EUA e no México

Este relatório examina o impacto catastrófico de uma série de novas diretrizes e práticas em andamento que acabam por recusar requerentes de refúgio na fronteira entre os Estados Unidos e México.

Silêncio através de força: detenções arbitrárias por motivos políticos na Venezuela

A Anistia Internacional observou medidas arbitrárias do Estado venezuelano que visam obstruir a liberdade de expressão, associação e participação política.

Manual: Meu Corpo Meus Direitos

Meu Corpo Meus Direitos é a campanha global da Anistia Internacional pelo fim do controle e da criminalização da sexualidade e da reprodução por parte dos governos e outros agentes
Mais publicações
Informes Anuais

A cada ano, um resumo do estado dos direitos humanos em centenas de países.

Saiba mais
Frentes de atuação

Descubra nossas formas de atuação e junte-se a nós na defesa dos direitos humanos!

Saiba mais