Chile não protege as mulheres

Região: Américas
País: Chile

No início deste ano, o governo chileno enviou ao Congresso um projeto de lei que propõe a despenalização do aborto em casos de perigo, presente ou futuro para a vida das mulheres, estupro e impossibilidade fetal. Para a Anistia Internacional, a proposta, embora seja limitada, é um ponto de partida para avançar na proteção dos direitos das mulheres e meninas.

MAIS RELATÓRIOS

Informe 2019: Balanço Geral

2019 foi um ano marcado por desafios e muitas conquistas no trabalho da Anistia Internacional Brasil. Conheça nossas principais atividades.

O custo da cura: direitos dos profissionais de saúde nas Américas durante a pandemia da COVID-19 e depois

Relatório documenta como profissionais na linha de frente da pandemia geralmente trabalham em condições inseguras.
Mais publicações
Informes Anuais

A cada ano, um resumo do estado dos direitos humanos em centenas de países.

Saiba mais
Frentes de atuação

Descubra nossas formas de atuação e junte-se a nós na defesa dos direitos humanos!

Saiba mais